17 de mar de 2015

Um clássico difícil de ser controlado por qualquer árbitro.

Joarley e Márcio - Árbitros do clássico.

Apesar de um clima muito tenso, que cercava o clássico entre Rio Grande e São Judas Tadeu no primeiro jogo de abertura desta segunda fase da competição de futebol minicampo na AABB. Partida que poucos árbitros podiam, ou teria condições de apitar tamanho é a responsabilidade de trabalhar num jogo de clima de guerra que rodavam os bastidores e troca de ofensa antes, durante e até mesmo depois da partida. Joarley e Márcio conseguiram desenvolver exatamente no momento mais esperado e complicado, nesta segunda fase da competição, a melhor arbitragem deste evento de futebol minicampo do campeonato regional Érico Luiz realizado, em Pau dos Ferros/RN. Quando sentiram que as coisas poderiam sair do seu controle e tomar um rumo diferente, até nisso a dupla de arbitragem foram decisivos e competentes, e comunicaram ao organizador do evento Jeová que acatou a decisão dos árbitros e providenciaram a presença da policia militar para evitar possíveis problemas, e com essa atitude e coragem na expulsão do zagueiro Leonardo do São Judas Tadeu e Genecir da equipe do Rio Grande, conseguiram manter todo controle da partida com enorme sucesso. 



Aldeir Torres - Num jogo onde qualquer erro era fatal, joarley e Márcio conseguiram com muita personalidade e honra em todos os sentidos, principalmente porque a arbitragem vinha sendo muito questionada por parte dos clubes, torcedores e atletas das equipes, mais pelo menos neste clássico ninguém terá a coragem ao menos questionar, imagina reclamar já que ambos foram praticamente perfeito em todos os critérios, e nenhum dos técnicos cobraram da arbitragem, porque não tinha do que questionar. Parabéns!

Nenhum comentário:

Postar um comentário