25 de mar de 2015

Aldeir Torres - Joarley Moura justifica em nota de Esclarecimento

o ocorrido no jogo deste fim de semana na AABB.


Em virtude do fato que ocorreu neste fim de semana na AABB, no campeonato de futebol minicampo Érico Luiz. No jogo envolvendo Vidraçaria Souza e São Geraldo, jogo esse que a vidraçaria Souza conseguiu vencer com um gol no final da partida, dentro do tempo de jogo normal. Após p termino da partida o mesário, o senhor João de Deus declarou que já tinha ultrapassado o tempo regulamentar do jogo, em três (03) minutos a mais. Para o árbitro Joarley Moura não existe esses três minutos a mais no jogo. O que aconteceu e que precisa ser explicado de uma vez por todas, é que há parada técnica, Aconteceu também de o cronômetro ter sido parado por faltas de bolas em determinado momento do jogo na etapa final e alguns motivos de contusão. 



Joarley de forma transparente no exato momento da parada técnica ainda comunicou os treinadores e organizador do evento, que o seu cronômetro não batia com o do mesário, pois o dele encontrava-se com o tempo de doze minutos e doze segundos, já o do mesário estava marcando quatorze e quarenta e oito segundos. O que deixa bem claro e evidente que o mesário por descuido ou esquecimento, não parou seu cronômetro nas paralisações cabíveis em relação à partida, por isso gerou todo tumulto. Quero deixar claro uma coisa, a mesma pessoa que está me julgando na sociedade, não precisa puxar para equipe A ou B, sou um árbitro imparcial, dou um homem que faço meu trabalho com clareza. Sei diferenciar as coisas do meu trabalho, diferente de muitos que vão para campo para prejudicar equipe que a comissão pedia para ser prejudicada. Joarley Moura




3 comentários:

  1. Conheço de perto o trabalho deste grande Árbitro, realmente muito competente. Agora se o mesário não parou o cronômetro quando necessário, o Árbitro não tem culpa pela desatenção do mesmo.

    ResponderExcluir
  2. parabéns Joarley Moura perfeitas palavras

    ResponderExcluir
  3. O que podemos perceber em Pau dos Ferros é a falta de incentivo ao esporte amador(todos esportes), e os que não querem ou mesmo por falta de capacidade ficam criticando aos que diante de tantas dificuldades conseguem organizar uma competição em solo pauferrense, mesmo assim ficam as críticas e torcendo para que der errado.
    Sabemos da idoneidade de Joarley e os demais que apitaram jogos na competição, uma falha ou outra sem duvidas podem ocorrer, somos humanos, mas as críticas e agressões por qualquer atleta, dirigente ou torcedores são infundadas e muitas vezes apenas para tentarem desfazer um trabalho brilhante que Jeová e as pessoas que dão sua parte de contribuição para a realização desses campeonatos, Então se não ajuda, fique quietos, repito as críticas vem de pessoas que não sabem perder e agem sempre como antidesportistas ou por pura maldade.

    ResponderExcluir