5 de nov de 2014

Aldeir Torres - Destaque.

Jornalista conta vida de Marinho Chagas em livro.


Há 40 anos, Marinho Chagas, maior jogador da história do Rio Grande do Norte, era considerado pela imprensa mundial como o melhor lateral-esquerdo de uma Copa do Mundo e, como comemoração, disputava uma partida pelo Campeonato Estadual de Amadores – Matutão - em sua cidade natal.
A história é uma das que são contadas na biografia “A Bruxa – E as vidas de Marinho Chagas” (Editora Tribo, 200 p.), que será lançada na próxima terça-feira, 4, no prédio da Capitania das Artes. Escrita pelo jornalista Luan Xavier, a obra é fruto de um trabalho que durou dois anos de pesquisas, viagens e mais de 40 entrevistas.


“A Bruxa” narra a infância na periferia e o sonho de Marinho Chagas em tornar-se jogador de futebol, sua chegada à Seleção Brasileira, os anos de glória no Rio de Janeiro e os problemas que o levaram à morte em 1º de junho de 2014, dias antes de realizar o sonho de ver um jogo de Copa do Mundo sendo realizado em sua cidade natal.
Com depoimentos de amigos, familiares e personalidades que conviveram com Marinho em várias épocas de sua vida, o autor conta detalhes sobre o homem por trás da lenda que ganhou fama internacional sendo o melhor jogador brasileiro na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha.
“É gratificante poder contar uma boa história, como a de Marinho, e ter acesso a um ser humano que existia por trás de uma lenda do futebol”, diz Xavier. “Ele era uma pessoa sem limites, dentro e fora de campo, e por viver dessa forma conseguiu subir a um patamar que jamais imaginou e com igual intensidade descer ao mais profundo drama que alguém comum pode passar”, completa.
A biografia conta passagens de Marinho por Riachuelo, ABC, Náutico, Botafogo, Fluminense, São Paulo, América, Seleção Brasileira e pelo exterior, onde jogou nos Estados Unidos e na Alemanha, e depois treinou as seleções da Líbia e de Malta.


“A Bruxa” também traz histórias engraçadas e passagens polêmicas da rotina extracampo de Marinho Chagas, além de curiosidades sobre sua vida fora do Brasil, causos com famosos e uma narrativa comovente sobre seus últimos dias de vida.
Além de Natal, o livro já tem lançamentos programados para Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, todos em dezembro, e foi selecionado para ser tema de palestra no Festival Literário de Natal, no mesmo mês.
O autor - Luan Xavier é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Pernambucano radicado em Natal trabalhou como repórter nos jornais Diário de Natal, O Estado de São Paulo e Novo Jornal, onde atualmente é editor do caderno de Esportes. Também foi comentarista na Rádio CBN Natal, na RedeTV RN e no canal Esporte Interativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário