24 de mai de 2014

Aldeir Tôrres - Pitúconha.

Cachaça de maconha é nova mania em cidade do Pernambuco.


E a nova mania entre os frequentadores da região de Cabrobó, a 531 km do Recife, é tomar cachaça de maconha.


Isso mesmo, uma cachaça artesanal fabricada com a raiz da maconha virou pedida certa nos butecos da região. A “Pitúconha”, como foi batizada, custa R$ 30 a garrafa e, segundo um vendedor local, leva raízes que sobram das operações policiais de erradicação dos pés da maconha e vendidas para os produtores da cachaça. Um saco de trinta (30) quilos é vendido por R$ 100.


Segundo a Folha, no ano passado, a Polícia Federal chegou a investigar a cachaça, mas não conseguiu proibir sua venda por encontrar pequenas concentrações de THC, o princípio ativo da maconha, nas raízes. Enquanto isso, a bebida é comercializada até em carrinhos de churrasco. A dose custa R$ 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário