21 de abr de 2014

Aldeir Tôrres - Flamengo só empata.

 Botafogo perde. Fluminense salva a pátria. 


Na primeira rodada do Brasileirão de 2014 que deu as cartas foi o Fluminense. Ganhou de 3 a 0 do Figueirense e foi logo assumindo a liderança, sem rodeios. Gols de Rafael Sobis , um gol contra e outro de Fred. Pronto. Simples assim. Enche o estádio com ingresso mais barato e 35 mil pessoas vão assistir  um grande contra um pequeno na primeira rodada. Fluzão deu aula.


Em Brasília, movido por interesse financeiro de gosto duvidoso, o Flamengo deu de ombros para a sua torcida no Rio, sede do clube, e tomara que não pague caro, como nos outros anos e não transforme essas cotas em ” Dinheiro Maldito” já que atuando fora sofre desgaste técnico, como lembrou Alecsandro. Vários jogadores do Flamengo se mostram indignados quando conversam fora do microfone. Todos sabem que não é o bom negócio que pode parecer.


O empate contra o fraco time do Goias mostrou que em casa a chance de vitória seria maior. Não que possa assegurar que ela aconteceria, mas seria mais provável. O time nem jogou bem e ainda ameaçado. No final 0 × 0 com o Goias não foi legal.


O Botafogo exibiu no primeiro tempo contra o São Paulo toda a sua fragilidade de montagem deixada pelo ex-Eduardo Hungaro, ainda presente na Comissão Técnica, o que é um erro.


Jogou um péssimo futebol, e quando Mancine, o novo, mexeu nas peças, o time subiu de produção. Mas a vaca já tinha ido para o brejo. Final do filme foi São Paulo 3 a 0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário