30 de abr de 2014

Aldeir Tôrres - Elysson Amon.

Torcedor potiguar viaja mais de 200 km para torcer pelo Vasco na Paraíba.


A paixão por um clube de futebol faz com que o torcedor ultrapasse barreiras. Mais de 200 km separam Natal, no Rio Grande do Norte, de Campina Grande, na Paraíba. Mas essa distância pareceu quase nada para Elysson Amon, torcedor do Vasco que deixou a capital potiguar só para acompanhar de perto o clube do coração, que entra em campo nesta quarta-feira, contra o Treze, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil.

Elysson disse que foi por incentivo do pai, carioca, que ele criou tanto afeto pelo time da Cruz de Malta, capaz de fazê-lo encarar uma viagem destas "apenas" para assistir um jogo.


- Apesar de eu ser potiguar, meu pai é carioca e foi por conta dele que eu aprendi a torcer e amar tanto o Vasco, que é uma paixão muito forte. É algo que vem de berço. Lá em casa tenho mais três irmãs e todas elas são vascaínas. Eu aproveitei essa chance para poder acompanhá-lo de perto - comentou o empolgado torcedor.


Além de Elysson, um grupo com cerca de 60 vascaínos foi até o aeroporto de Campina Grande nesta quarta-feira para acompanhar a chegada do time, que entra em campo amanhã para encarar o Galo da Borborema no Estádio Amigão. O time, contudo, passou pelo saguão do aeroporto sem falar com ninguém.


O jogo está marcado para as 22h. A TV Globo transmite o jogo para a Paraíba, para o Rio Grande do Norte e para o Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário