10 de abr de 2014

Aldeir Tôrres - Abrindo o jogo.

Sport, o Nordeste é teu!


O Sport é o grande campeão do Nordeste. Tricampeão, na verdade.

Uma suada conquista diante de 61.280 torcedores no Castelão, em uma final ao vivo para o país inteiro…

Nos quatro primeiros jogos da campanha, o clube havia somado apenas dois pontos. Estava virtualmente eliminado. A partir dali, numa reviravolta daquelas, se recuperou de forma incrível, fazendo o seu dever de casa.

Nesta quarta, empatou com o Ceará em 1 x 1 e fez a festa em Fortaleza. Um título importante depois de seis anos, com Eduardo Batista no comando, justamente o filho do técnico da última grande glória.

Na finalíssima, vimos uma partida duríssima, mas basicamente no primeiro tempo.


Bem postado em campo, o Rubro-negro controlou a partida no primeiro tempo, com todo mundo marcando forte. Até mesmo Neto Baiano, ainda na intermediária defensiva. O visitante teve duas boas chances no primeiro tempo, com Wendel e Páscoa.

Já o Ceará atacava em velocidade, como já havia feito no jogo de ida, na Ilha do Retiro. No finzinho, aos 42 minutos, viu Magno Alves se antecipou num cruzamento pela direita. O Magnata foi muito bem no lance e fez o Castelão explodir.

Em desvantagem o placar, o Leão sofreria uma pressão imensa no segundo tempo. Sem surpresa, o Vozão veio com tudo. Ao time pernambucano, bastava um contragolpe. Um!

O time conseguiu articular a jogada definitiva aos seis minutos, de Felipe Azevedo para Ailton – melhor em campo. Ele avançou livre e foi derrubado na área. Pênalti.


O gol deixaria o título praticamente assegurado. Na cobrança, Neto Baiano, com personalidade, encheu o pé, mandando no meio gol.

Era o início da festa dos três mil torcedores rubro-negros presentes no estádio e de outros tantos milhares em Pernambuco….

O tri regional estava sacramentado, com mais uma taça erguida pelo capitão Durval. Um presente de aniversário para Magrão, com seus 37 anos.


Além do prêmio de R$ 1,565 milhão, a vaga a Copa Sul-Americana…

Nenhum comentário:

Postar um comentário