13 de mar de 2014

Aldeir Tôrres - Libertadores.

Flamengo vira, mais cede empate no final.


Com quase 50 mil pessoas no Maraca, o Flamengo fez o mais difícil que era virar o complicado jogo contra o Bolivar, mas permitiu o empate e saiu com gosto de derrota e torcida insatisfeita. E ainda se complicou na tabela da Libertadores. O jogo seguinte contra o mesmo rival sera na altitude de La Paz, 3.800 metros, e se caso o time deixe de derrotar o dono da casa, pode ficar inclusive na rabeira do Grupo 7.

Logo, a conquista dos 3 pontos no jogo em casa era fundamental. Agora vai fazer contas. O Emelec venceu o Leon do México por 2 a 1 e a coisa ficou meio encardida para o Flamengo.

No jogo desta quarta, os bolivianos se acautelaram, mas sem o ferrolho total que previa. Boas estocadas e um domínio tático que causaram surpresa. Mesmo no primeiro tempo de 0 a 0.

na etapa final o Bolivar fez 1 a 0, aos 7, com Cardozo, e o Flamengo reagiu empatando com Everton e ele mesmo virando, aos 21. Mas a seguir, Pedriel empatou novamente. 2 a 2 foi o resultado final. Muito ruim o placar para o Flamengo.

Botafogo.


Jogando nas cercanias de Quito, o Botafogo perdeu para o Independiente Del Valle por 2 a 1. Os equatorianos abriram o placar e o Botafogo empatou. Nem seria um resultado a lamentar por conta da altitude de 2.800 metros. Para chatear a galera do Bota, o Del Valle fez mais um gol e se garantiu com este resultado ate o apito final do juiz do jogo. Alias com 2 expulsos o Bota ralou muito no Equador.


Na rodada, o Atlético Mineiro empatou com o Nacional do Paraguai e perdeu os 100% que tinha. 


Na véspera o Cruzeiro foi derrotado pelo Defensor do Uruguai por 2 a 0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário