8 de dez. de 2013

Aldeir Tôrres - Vasco e Fluminense.

 jogam última chance. Botafogo tenta G4. Flamengo empata.


Domingo de fortes emoções e com a chance de uma comemoração de Vasco ou Fluminense. Um pode escapar os dois não mais. Eles não dependem só de si. O Flu joga em Salvador, contra o também tricolor Bahía. Se vencer precisará de insucesso de Vasco ou Coritiba. O Vasco depende de derrotar o Atlético Paranaense e terá que secar alguns rivais.

De novo, o Coritiba aparece na cena. Até outras combinações podem decidir as duas vagas fatais que ainda sobram. Mas de qualquer maneira um carioca será rebaixado.

O Botafogo jogará diante do Criciúma, no Maracanã, e se vencer vai depender de tropeço do Goiás. Torce ainda por derrota do Atlético para o Vasco. Pode ir à Libertadores, mas se for o quarto colocado do G4, precisará esperar que o Lanús, e não a Ponte Preta, ganhe o jogo de volta, em Buenos Aires, pela finalíssima da Copa Sul Americana. As duas equipes empataram em 1 a 1 o jogo de ida, em São Paulo.


Na véspera, o Flamengo empatou com o Cruzeiro em 1 a 1, no Maracanã, fechando o ano de ambos. Houve troca de faixas, exibição de taças e um jogo ríspido e tenso.

O Flamengo perdeu ao longo do jogo três jogadores machucados. O primeiro foi Paulinho, que ao sair viu o time cair de rendimento e o Cruzeiro crescer no jogo. Estava 1 a 0, gol de Hernane, de cabeça. Depois perdeu Amaral, também por contusão e mais tarde Samir.


O empate não desagradou aos torcedores que encheram o Maracanã visualmente com 42 mil pessoas. Não deu para entender o motivo de um jogo tão pesado com pinta de decisão, onde o jovem goleiro Cesar, do Flamengo, pontificou de modo notável. Gradíssima atuação do terceiro goleiro da Gávea. Felipe e Paulo Victor já eram fiés depositários da confiança da galera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário