17 de nov de 2013

Aldeir Tôrres - Vôlei.

Brasil vence Japão e conquista bicampeonato na Copa dos Campeões.


Mesmo podendo perder por 3 a 2, o Brasil entrou em quadra sem pensar na vantagem, fez o seu papel e conquistou o bicampeonato a Copa dos Campeões ao vencer o Japão, por 3 sets a 0, com parciais de 29/27, 25/14 e 25/18, na manhã deste domingo, em Tóquio (JAP).

Com o triunfo, a Seleção Brasileira encerrou sua participação na competição sem perder e conquistando os 15 pontos disputados. A conquista também fez com que o time comandado por José Roberto Guimarães fechasse a temporada com chave de ouro, já que faturou o título de todas as competições que disputou (Grand Prix, Sul-Americano, Montreux e Alassio).

Campeão da competição em 2005, o Brasil ficou com a prata em 2009. Neste ano, o País garantiu sua vaga no lugar mais alto do pódio antes mesmo de o jogo acabar. Depois de um começo muito equilibrado, as brasileiras venceram o segundo set com tranquilidade e garantiram pelo menos um ponto mesmo se fossem derrotadas, o que assegurou o título e tornou o Brasil o maior vencedor do torneio.

Após a partida, Sheilla, que marcou 14 pontos, foi eleita a melhor jogadora do confronto. Além dela, Fernanda Garay e Fabiana também se destacaram, com 16 e dez pontos marcados, respectivamente.
Sem pontuar, o Japão continuou com nove pontos e ficou com a medalha de bronze, enquanto os Estados Unidos, com dez, faturaram a medalha de prata. A Rússia ficou na quarta colocação, seguida pela Tailândia e pela República Dominicana.


Apesar de ser um campeonato por pontos corridos, o duelo entre os dois países tinha clima de decisão. Invicto, o time brasileiro entrava em quadra para confirmar o favoritismo e tinha do outro lado a equipe da casa, muito apoiada pela torcida e a única com chances de tirar o título das adversárias.

Precisando vencer e ainda se preocupando com a pontuação das oponentes, o Japão começou jogando bem, abriu 6 a 1 e foi à primeira parada técnica vencendo por 8 a 4. As anfitriãs continuaram à frente e chegaram a marcar 17/12. a partir daí, após mudança de Zé Roberto, o Brasil começou a reagir e virou o placar em 19 a 18, vantagem que foi mantida até o final.

Após começar na frente, as brasileiras entraram no segundo set com um ritmo de jogo muito forte. Depois de abrir a vantagem ainda no início, a equipe foi ficando em uma situação confortável e chegou a abrir 21 a 11. Mantendo pelo menos dez pontos à frente, o time verde e amarelo teve tranquilidade para fechar a segunda parcial e conquistar o título independentemente do resultado final do jogo.

Mesmo com o objetivo alcançado, o Brasil não facilitou para as adversárias e continuaram jogando bem em busca da vitória por 3 a 0. A vontade das atuais campeãs olímpicas ficou evidente após elas irem à primeira parada vencendo por 8 a 5. No entanto, uma queda de desempenho na sequência permitiu o empate em 12 a 12. A desconcentração durou por pouco tempo, já que as brasileiras voltaram ao jogo rapidamente, abriram quatro pontos de vantagem e asseguraram a vitória sem perder um set.

Confira os resultados dos jogos do Brasil na competição:


12/11 – Brasil 3 x 0 Estados Unidos

13/11 – Brasil 3 x 0 Tailândia

15/11 – Brasil 3 x 1 República Dominicana

16/11 – Brasil 3 x 1 Rússia

17/11 – Brasil 3 x 0 Japão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário