18 de nov de 2013

Aldeir Tôrres - Cariocas no brasileirão 2013

Fluzão ganha. Vasco empata. Flamengo perde para o Grêmio. Botafogo goleia.

Fluminense 2 X 1 São Paulo.

 Fechado a rodada 35 do Brasileirão. O Fluminense mostrou a cara e virou em cima do São Paulo, no Maracanã, em mais uma demonstração de vigor, mesmo quando a coisa não anda de acordo com os sonhos e anseios tricolores. Naturalmente falo, do tricolor, o mais charmoso do Brasil. O tricolor paulista sucumbiu no estádio mais bonito do país.

Os gols do Fluminense, que pulou para 42 pontos, foram de Jean e Gum. Com os pontos somados neste domingo, o Flu não se sente mais tão ameaçado. Livrou uma frentezinha, que não o coloca numa zona de conforto, mas é uma situação menos estressante e preocupante do que a anterior.

Vasco 0 X 0 Corinthians.


O Vasco não apenas covarde contra o Corinthians, o que faltou mesmo foi talento. Se abriu demais era arriscado, até podia tomar uma goleada. Foi para campo como time que queria na estratégia, somar um ponto, e só queria pouco por falta de um time à altura de suas tradições.

Teve chance de ganhar, pequena chance, e teve a chance maior de perder. Portanto, um 0 a 0 na casa do rival Corinthians está longe de ser uma tragédia, a não ser pelas circunstâncias.


Quando o técnico Adilson Baptista tirou Marlone (Foto) para colocar Thales eu joguei a toalha. Não pelo Thales que é bom, mas pela saída do Marlone. O Vasco só tem vida inteligente quando ele está construindo alguma coisa. Thales é voluntarioso e tem boa técnica, mas é imaturo ainda. Podia até entrar, mas não no lugar de Marlone.

Flamengo 1 x 2 Grêmio.


Flamengo deu o maior mole da rodada. Mesmo com os reservas levou 1×0 do grêmio, mas resistiu e não se entregou. Foi buscar um empate, que em Porto Alegre, seria ótimo. Mas não é que conseguiu empatar com João Paulo, aos 40, e dormiu na saída de bola e levou outro gol de Maxi Rodrigues, aos 32, perdendo o jogo e chance de avançar mais nos distanciamento da zona indesejada. Embora não eu não veja qualquer, prefiro a garantia matemática. Uma pena !

Sábado.

Botafogo 4 X 0 Atlético-PR

O Botafogo teve um feliz reencontro com a torcida e com a vitória na noite deste sábado, no Maracanã. Quase 15 mil pessoas abandonaram os protestos e apoiaram o eficiente time na goleada de 4×0 sobre o Furacão com direito a show do maestro Seedorf e douas bolas na trave mandadas por Rafael Marques, uma em cada tempo.

O gringo matou a pau e fez lindas jogadas driblou deu passes extraordinários e fez um dos 4 gols da equipe. Só Jefferson não pode se destacar porque a o Botafogo não deixava o Atlético chegar em condições de arremate perigoso. Foi um baile!

A festa começou com Elias, aos 27, e continuou com Seedorf, aos 36, indo para o intervalo com a vantagem nada desprezível de gols sobre um time forte, que mesmo perdendo manteve a vice-liderança.

Na fase final o Botafogo mandou Bruno Mendes, que barbarizou a defesa rival e se posicionou muito bem em campo. Foi premiado com dois gols, aos 33, e aos 37 minutos, ambos de bela feitura. No meio do segundo tempo, Léo levou cartão amarelo e dois minutos depois repetiu uma jogada violenta que valeu sua expulsão. No finalzinho, Bolívar foi expulso em jogada que não era para tanto. Errou o árbitro Wilson Seneme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário