1 de out de 2013

Aldeir Tôrres - Questão de opinião

Francismar é o novo contratado do clube
O Vasco precisa de reforços? Claro. Qualquer vascaíno sabe de cor e salteado quais são as maiores carências do time: goleiro, claro. Um zagueiro que não entregue a rapadura pra jogar com o Jomar. Um volante de qualidade – enquanto os titulares não retornam – e um centro-avante, pode ser, desde que sejam negócios bons para o clube.

Agora, me digam: o Vasco precisa do Francismar? De um meia-atacante que joga no 11º colocado da Série B? Que tem 29 anos completos e, tirando uma passagem pelo Cruzeiro há seis anos, não conseguiu se firmar em um clube grande?

E, mesmo ignorando as possíveis qualidades do jogador – que nunca vi em campo, portanto me abstenho de uma análise – o Vasco tem desperdiçado jogadores na posição. Alisson foi devolvido à Raposa, Montoya está no limbo, Fábio Lima acabou de voltar para o Atlético-GO. Será que o Francismar é tão melhor que todos esses que sua contratação se justifique?

Trazer um meia que não seja um Kaká, um Ozil, um Xavi ou outros mais cotados, não faz o menor sentido. Com a crise que vivemos na zaga e a falta de goleiros confiáveis, trazer mais uma aposta, para ser bem gentil com o Francismar, para uma posição que está longe de ser uma das nossas necessidades mais urgentes, é, com o perdão da má palavra, burrice. Burrice não apenas por inchar o elenco com alguém que não vai resolver nossos maiores problemas, mas também por ser ÓBVIO que esse tipo de contratação será – e não poderia deixar de ser – mais um motivo para que a torcida fique na bronca. E justo num momento em o apoio da torcida é fundamental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário