24 de out de 2013

Aldeir Tôrres - Copa Sul-Americana

O São Paulo valoriza a Sul-Americana e acerta


Com 40 pontos e seis posições acima da zona de rebaixamento, o Campeonato Brasileiro está praticamente salvo. São necessários mais seis pontos, em oito jogos, para evitar o rebaixamento. Simplesmente não cair é um alívio, mas passa longe da ambição do clube que tem a segunda maior receita do país.

Ficar na Série A não salva o ano. Terminar com um título sim. Pode inclusive ser a despedida de Rogério Ceni. A Sul-Americana ainda dá vaga na Libertadores. Vale mais pelo título que pela vaga. Ser campeão é, ao meu ver, mais importante que “conquistar” o direito de estar em outra competição. Em 2012 o São Paulo ganhou a competição e valorizou muito. Em 2013 participou da Libertadores e não lhe acrescentou muita coisa.


Passar pela Universidad Católica, líder do Campeonato Chileno e com o bom atacante Castillo deverá ser missão dura. Os argentinos já estão classificados para as quartas-de-final: Lanús, River Plate e Vélez. A Sul-Americana não deverá ser um campeonato fácil e até por isso se torna valorizado.

O São Paulo chega ao final do ano pensando em ser campeão. Ótimo para quem até um mês atrás estava a beira do abismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário