18 de ago. de 2013

Brasileirão - Série A

Aguerrido, Grêmio supera o Vasco no rio e se firma no G-4 do brasileiro
Vasco 2 x 3 Grêmio

O Grêmio jogou com inteligência e muita eficiência, conseguindo assim uma importante vitória por 3 a 2 sobre o Vasco, em São Januário. Mantém-se no G-4, agora na terceira posição, com 25 pontos, três atrás do líder Cruzeiro. Barcos marcou duas vezes, e Ramiro fez o outro gol da equipe de Renato Gaúcho, enquanto Alex Telles, contra, e André anotaram para os cruz-maltinos, que caíram para a décima posição, com 19 pontos. Em resposta à campanha da diretoria nas redes sociais, 12.370 torcedores pagaram ingresso (15.781 presentes), com renda de R$ 305.720.

O Tricolor gaúcho consegue pela primeira vez no nacional uma sequência de três resultados positivos - dois deles fora de casa - e se mostra em ampla evolução.

- Estamos numa sequência  e precisamos continuar dessa maneira. Estamos crescendo, e o grupo é muito forte. O que o Renato fez com o grupo... ele se deu conta de que pode. E o resultado dentro de campo está aparecendo. Vamos passo a passo e sabemos que se jogarmos assim teremos sucesso - disse Barcos, agora autor de cinco gols no campeonato.

Com facilidade, Cruzeiro atropela o Vitória em casa e dormiu na liderança
Cruzeiro 5 a 1 Vitória

Após duas rodadas, o Cruzeiro voltou a vencer no Brasileirão. E de mão cheia. Goleou o Vitória por 5 a 1, nesta sábado, no Mineirão, em Belo Horizonte. Léo, Mayke, Borges, Ricardo Goulart e Vinícius Araújo marcaram para a Raposa, que desperdiçou outras várias chances de gol (algumas delas incríveis). Dinei descontou para os baianos, que podem ficar mais longe do G-4, enquanto os mineiros reassumiram a liderança do Brasileirão.

O Cruzeiro chegou aos 28 pontos, em 15 jogos. O time mineiro tem dois a mais que o Botafogo, que enfrenta a Portuguesa, neste domingo, no Canindé, em São Paulo. Já o Vitória, com 22 pontos, pode cair de quinto para até décima posição, na pior das combinações da rodada.

O próximo compromisso do Cruzeiro será pela Copa do Brasil. A Raposa encara o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte. Pelo Brasileirão, o próximo jogo será no sábado, contra a Ponte Preta, em Campinas. Já o Vitória terá compromisso pela Copa Sul-americana. Também na quarta, às 21h50m, no Barradão, em Salvador, enfrentará o Coritiba. No sábado, o rubro-negro vai até Santos encarar o Peixe.

Samuel faz golaço, Cavalieri salva, e Fluminense vence o Náutico
Náutico 0 x 1 Fluminense

O jogo na Arena Pernambuco foi de baixo nível técnico, com poucas chances de gol, muitos passes errados e faltas aos montes. Mas teve também um roteiro que traz boas recordações para uma das torcidas. O Fluminense repetiu a história de 2012 e venceu o Náutico por 1 a 0, com um gol de Samuel - uma pintura, aliás - e defesas salvadoras do goleiro Diego Cavalieri, na noite deste sábado, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi o primeiro triunfo fora de casa dos tricolores e a terceira derrota dos alvirrubros como mandantes.

No ano passado, Samuel fez os dois gols do 2 a 0 nos Aflitos. Desta vez, fez um gol que vale por dois. Quatro minutos depois de entrar em campo, no segundo tempo, ele recebeu passe de Felipe na entrada da área, deu um bonito drible em João Filipe, um corte seco em Jean Rolt e soltou a bomba de perna direita para estufar a rede do ex-goleiro tricolor Ricardo Berna. 

- Foi um golaço, dei os parabéns pra ele. Gol de gênio, mostrando muita maturidade e muita tranquilidade dentro da área - reverenciou Fred, que teve apenas uma finalização no jogo, uma cabeçada para fora.

O Náutico, na estreia do técnico Jorginho, produziu bem mais do que o adversário, acertou a trave uma vez (em conclusão de Maikon Leite) e teve a chance de empatar já nos acréscimos, mas Derley viu sua bomba ser defendida por Cavalieri. O time se mantém na lanterna, com oito pontos. O Fluminense subiu para o 11º lugar, com 18.

- Faltou um pouco de sorte. Fizemos o que tinha que ser feito, mas o Cavalieri foi muito bem. Tivemos a bola do Maikon Leite na trave, o chute do João Filipe, mas a bola não quis entrar - avaliou Derley, o mais caçado em campo (seis faltas sofridas).

Os dois times entram em campo no meio da semana por outras competições. O Náutico pega o Sport, às 19h30m de terça-feira, na Ilha do Retiro, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. No dia seguinte, o Fluminense enfrenta o Goiás, às 21h50m (de Brasília), no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o compromisso de ambos será no próximo domingo: o Flu vai ao Morumbi enfrentar o São Paulo, e o Timbu encara o Bahia na Arena Fonte Nova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário