6 de jun de 2013

Aldeir Tôrres

Cruzeiro não está pronto, mostra isso e ainda assim vence
O Corinthians está pronto. Não vive seu melhor momento técnico, mas não é preciso dizer a organização e senso coletivo que tem. O Cruzeiro não está pronto. Passou os primeiros meses do ano enfrentando times ruins do interior e só foi testado contra o Atlético no estadual. É natural que ainda tenha muito o que corrigir para chegar no nível dos melhores times.

O primeiro tempo em Sete Lagoas foi equilibrado. O Corinthians travava o jogo cruzeirense pelo meio com Diego Souza e Anselmo Ramon e conseguia chegar tocando a bola em velocidade, desarrumando volantes e zagueiros do time azul.

A se destacar a má atuação de Dedé na primeira metade de jogo, perdendo sistematicamente para Alexandre Pato. O centroavante teve quatro chances cara a cara e Fábio pegou as três que foram no gol. Mérito de Fábio, como de costume, muito bem no cara a cara. Demérito de Pato. Perder uma é normal, duas dá para aceitar. Quatro é demais para um jogador com sua grife.

O segundo tempo foi totalmente diferente. O Cruzeiro não criava chances claras, mas dominava o meio-campo. Evitava o contra-ataque e a pressão na saída de bola que o Corinthians faz. As entradas de Elber e principalmente Luan deram mais força ao ataque. Elber perdeu uma chance, depois de passe de Luan. Na segunda, sofreu falta de Fábio Santos. Foi fora da área, mas o árbitro marcou pênalti. E o Cruzeiro venceu com gol de Dagoberto.

É típico de um time que está sendo construído agora. Falta solidez ao Cruzeiro em alguns momentos, mas há qualidade para dominar um time bom como é o Corinthians. A equipe de Marcelo Oliveira pode brigar entre os primeiros e não será absurdo. Mas precisa melhorar O desempenho da defesa não foi bom no primeiro tempo, o ataque criou pouco no segundo. Pela imposição, física inclusive, do segundo tempo, venceu.

É preciso dar menos chances e criar mais para matar. Não está pronto. E ainda assim venceu o Corinthians. É para ficar de olho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário