25 de mai. de 2013

Victor Uchôa

Sem pista, piloto potiguar treina em Recife

O piloto potiguar Victor Uchôa se prepara para a disputa do Campeonato Brasileiro de Kart. A principal competição acontecerá entre os dias 8 e 13 de julho na cidade de Serra/ES. Sem kartódromo em Natal, demolido para construção da Arena das Dunas, o piloto está se desloca semanalmente a Recife, a 300 quilômetros de distância da capital potiguar.

O deslocamento gera custos para a equipe do piloto, que está poupando em disputas de competições na temporada 2013, a fim de evitar que os gastos extrapolem o orçamento previsto. O equilíbrio financeiro vem sendo mantido devido aos apoios e patrocínios com os quais o jovem piloto tem contado,

“Os custos realmente estão muito acima da realidade, depois da demolição do kartódromo, devido ao deslocamento semanal até Recife. Mas a solução vai sair logo. Tivemos com o chefe da Casa Civil do Rio Grande do Norte e ele reiterou que o Estado segue empenhado para que seja construído um kartódromo de qualidade na Grande Natal”, destacou Gláucio Uchôa, pai e chefe da equipe de Victor.

Enquanto se busca uma solução para a questão do kartódromo, o piloto segue focado apenas nas questões técnicas. Amenizando a perda de um espaço em Natal com um simulador, Victor Uchôa está confiante para conquistar mais um título brasileiro e repetir o ano de 2010. No ano passado, o kartista foi vice-campeão e acredita que com poucos ajustes pode conquistar o lugar mais alto do pódio.

Um fato especial para o kartista nesta temporada é a despedida da categoria supercadete, na qual esteve por três temporadas. “É uma categoria muito disputada e que vai ficar marcada para sempre em minha trajetória, pelas corridas difíceis que fiz. Foi um aprendizado e tanto participar da supercadete, depois de ter vindo de categorias onde se valoriza mais o aprendizado, como é a cadete e a mirim. Estou trabalhando muito para me despedir com o título mais importante do país”, destacou o kartista que fará, em breve, a estreia na categoria júnior menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário