18 de abr de 2013

PL (Projeto de Lei)

 quer vetar empresários em direitos econômicos de atletas
O Ministério do Esporte incluiu no projeto de lei que trata do perdão da divida dos clubes de futebol com a União um item que prevê que apenas as agremiações poderão ter a participação nos direitos econômicos dos jogadores. 

Assim, ficaria vedada a participação de empresários e fundos de investimento nestes direitos. As informações são do jornal "Folha de São Paulo".

A medida só valeria a partir de 1 de Janeiro de 2016, prazo que o ministério do Esporte julga ser suficiente para que os clubes e os empresários se adequem à mudança.

A medida hoje é comum no futebol. A negociação mais recente do mercado brasileiro neste caso a transferência do zagueiro Dedé para o Cruzeiro - é um exemplo disso. O grupo DIS tinha 45% dos direitos econômicos do zagueiro e ajudou o Cruzeiro a comprar os 45% que o Vasco tinha. 

Além disso, outro grupo de investidores, a Ability, detém 10% dos direitos econômicos do ex-atleta que hoje se encontra no clube mineiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário