23 de abr. de 2013

Campeonato gaúcho

Grêmio joga mal. bate São Luiz nos pênaltis e decidem semi fora de casa

O Grêmio repetiu a tônica de 2013. Na noite desta segunda-feira, o time de Vanderlei Luxemburgo não jogou bem, teve enormes dificuldades para atacar, correu riscos na defesa e até foi vaiado por parte da torcida. Neste contexto, após o 0 a 0 no tempo normal, precisou da decisão nos pênaltis para superar o São Luiz por 5 a 3, na Arena, e avançar à semifinal do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

Ao empatar nos 90 minutos, perdeu a melhor campanha em relação ao Juventude, seu rival de sábado. Assim, enfrentará o Alviverde no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, por uma vaga na decisão da Taça Farroupilha. A outra semi é composta por Internacional e Veranópolis e será disputada no domingo, na mesma cidade da Serra.

Não fosse Oliveira, o capítulo à parte de um jogo sem emoção, Grêmio e São Luiz teriam feito um primeiro tempo de envergonhar o futebol. Ao cobrar quatro tiros de meta para fora, em sequência, o goleiro adversário provocou risos e vaias da torcida: tirou a mesmice dos talvez piores primeiros 45 minutos do campeonato. Não houve sequer um chute a gol. Um drible. Um passe. Nem normal, muito menos brilhante. Sobraram empenho e iniciativa, porém, insuficientes para evitar o sono.

Quem não dormiu pôde presenciar apenas dois lances merecedores de destaque. Aos 28 minutos, Bressan derrubou Juba. O time do Interior pediu pênalti. O primeiro erro de Anderson Daronco. O da Capital, aos 37, quase teve a oportunidade de finalizar com Barcos, em sobra de escanteio, na pequena área, mas Chicão afastou o perigo.

A se destacar: o Grêmio não contou com Werley, André Santos, Fernando, Elano, Marco Antonio, Elano, Vargas e Welliton. O São Luiz não tinha desfalques.

Nenhum comentário:

Postar um comentário