19 de abr. de 2013

Aldeir Tôrres

Um erro não concerta o outro

Duas coisas me chamam atenção em relação ao fraude do atacante Genecir do Rafaelense na copa primo Fernandes e precisam ser esclarecidas pela organização do mesmo.

1 - Quem da comissão autorizou e deu carta-branca para o atacante Genecir ir para campo e ter o direito jogar legalmente a competição.
Até porque, o atleta precisa se escrever para está escrito e poder atuar legalmente na competição, não é isso mesmo? 


Portanto alguém da comissão escreveu e autorizou o atleta Genecir ir para campo. E esse fato também precisa ser esclarecido, perante toda a imprensa esportiva, seja escrita ou falada. Já que segundo o atacante Genecir, no começo estava tudo acertado e com plena condições para o mesmo atuar normalmente.

2 - Sei que o presidente Anchieta por desconhecer o regulamento errou feio e foi punido tanto o clube como o atleta, que no meu modo de ver é inocente já que atleta é pago ou chamado para jogar um evento, e não para ter conhecimento sobre artigos que formam um regulamento de uma competição, não é isso mesmo.

 Agora se a comissão organizadora é tão rigoroso como dizem que é, então porque no primeiro instante, não exigiram o título do atleta para o bem da competição, e evitava qualquer risco de irregularidade, só assim poderiam evitar tal vexame. Ou será que o atleta é escrito aos trancos e barrancos e seja lá o que Deus quiser, coisa que eu particularmente não acredito muito nessa tese.

 Mais fica aqui o meu registro em relação ao ocorrido, e o que estou afirmando com tudo isso, é que se o presidente Anchieta errou, a comissão organizadora do evento também errou por deixar um atleta que não estava totalmente legalizado, entrar dentro de campo e atuar na competição.

Agora, o clube e o atleta foram punidos, e como fica a comissão organizadora, terá punição para os mesmos, porque ambos também que queira ou não, foram dignos de seus próprios erros, não é mesmo? agora será que haverá punição para os culpados, ou será que é mais um fato que vai passar em pune como já é de costume dentro da competição, Será?

E outra coisa que deve ficar bem claro, o jogador Genecir atuou em duas partidas irregular, na primeira rodada contra o Real Madrid em Tenente Ananias e na segunda rodada contra o São Vicente em Rafael Fernandes. E ambos os clubes foram prejudicados pelo mesmo.

Portando, é lei direito e dever, já que o atleta esteve irregular nestes dois (02) jogos, que ambas equipes conquistem seus pontos perdidos novamente, já que a mesma inflação e punição deve ser aplicada em ambos os jogos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário