13 de mar de 2013

Libertadores

Grêmio permite virada ao Caracas e deixa escapar a liderança do grupo
Ainda de luto pela morte do presidente do Hugo Chávez, a Venezuela voltou a sorrir. Pelo menos por 90 minutos. Dentro do quase impraticável gramado do Estádio Olímpico, na noite desta terça-feira, o Caracas derrotou o Grêmio por 2 a 1 , de virada, e embolou a classificação do Grupo 8 da Taça Libertadores. Enquanto o Tricolor gaúcho desperdiçou a chance de assumir a liderança isolada, a equipe venezuelana encostou e manteve vivas as chances de classificação.

O time de Vanderlei Luxemburgo poderia ter alargado o placar quando vencia. Jogou fora contragolpes fulminantes, desperdiçou lances imperdoáveis. Acabou, portanto, castigado e derrotado por um time limitado, mas que jogou com o coração também para alcançar um marco: após 14 confrontos, enfim venceu um clube brasileiro na competição continental.

O resultado deixa o Grêmio ainda em segundo lugar, com seis pontos, porém ameaçado pelo próprio Caracas, com a mesma pontuação, mas saldo de gols inferior (-1 contra 4). O líder é o Fluminense, com sete. O Huachipato tem quatro e segura a lanterna. A próxima rodada ocorre nos dias 3 e 10 de abril, com Caracas x Huachipato e Grêmio x Fluminense, respectivamente. Antes, o Tricolor gaúcho volta as suas atenções ao estadual: no sábado, enfrenta o Lajeadense em seu primeiro confronto pelo Gauchão na Arena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário