19 de mar de 2013

Legends Football League (LFL)

Futebol americano de lingerie muda de cara para se tornar um 'esporte global'
Mulheres bonitas, em excelente forma e jogando futebol americano de calcinha e sutiã. Pode parecer apenas uma mera exibição de entretenimento, mas o que a Liga de Futebol Americano de Lingerie almeja é bem mais do que isso a partir deste ano. Recentemente, a organização - que mudou de nome para Legends Football League, mantendo a sigla LFL - não tem medido esforços para se tornar um esporte mundialmente conhecido e, principalmente, reconhecido. Além da mudança de nome, as lingeries foram trocadas por um tipo de ''biquíni'' que melhora o desempenho.

- Esse foi um passo tomado para amadurecer o nosso esporte, que agora é global. Embora o nome ''Lingerie Football League'' tenha atraído a atenção da grande mídia e mostrado o esporte para milhões, chegamos a uma encruzilhada entre ganhar credibilidade como esporte ou ser um chamariz - explicou Mitchell S. Mortaza, fundador da liga, à imprensa americana. 

A quarta temporada americana inicia no dia 30 de março e, desta vez, o bordão utilizado pela LFL é o de ''esporte global''. A modalidade feminina tem levado uma média de público de 20 mil torcedores aos jogos, sendo transmitido em 90 países. Segundo a estimativa feita pelo site oficial da Liga, a LFL será visto internacionalmente, em 2014, mais do que a própria NFL (Liga de Futebol Americano).

- Começou como um show e agora é um esporte profissional. Estão tentando torná-lo mais popular para quebrar barreiras e assim transformar em algo mais sério - disse a beldade Tammie West, atleta do WA Angels, da Austrália.

A Liga foi fundada nos Estados Unidos. No entanto, hoje já existem franquias em outros países como Austrália e Canadá. Até 2015, a ideia é expandir essas representações para Irlanda, Alemanha e Reino Unido. As partidas são disputadas em um campo de 50 metros, em dois tempos de 17 minutos. Cada time entra em campo com sete atletas. No momento, os representantes comemoram o sucesso do esporte nas quatro primeiras temporadas divulgando que o crescimento foi superior a eventos como UFC e WWE no mesmo período de atividade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário