10 de mar de 2013

Fernanda Maia

Gandula musa volta a ser torcedora e se separa do marido antes da final

Fernanda Maia ficou fora da escala dos gandulas na final da Taça Guanabara, mas não deixou de ir ao Engenhão acompanhar o Botafogo na disputa com o Vasco, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Engenhão. De camisa rosa, recebeu o convite de uma rádio, estava com ingresso para o Setor Oeste superior e ainda havia a chance de acompanhar o jogo de um dos camarotes do estádio.

- É muito triste não poder trabalhar em um jogo como esse - lamentou Fernanda.

Com o casamento dividido pela paixão, ela teve que se separar do marido, que é vascaíno.

- Depois do jogo a gente se encontra. Não sei nem se dá para ser aqui ou só em casa. Um liga para outro para saber o que fazer - comentou.

Proibida pelo Fluminense de atuar em seus jogos, Fernanda Maia acompanhou justamente uma vitória do rival sobre o Botafogo como torcedora no ano passado, pelo Campeonato Brasileiro. Até este domingo, havia sido sua última vez no Engenhão sem ser como gandula.

- Não sei o motivo de terem me excluído, mas com os outros clubes continuo trabalhando da mesma forma - afirmoun a gandula, que ficou famosa em 2012, ao devolver rapidamente uma bola para Maicosuel, que acabou resultando no primeiro gol do Botafogo na vitória por 3 a 1 sobre o Vasco na final da Taça Rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário