22 de mar de 2013

Dirigente do Palmeiras

Atrás de atacante, Brunoro desiste de Eder Luis e despista sobre Moreno

Terceiro colocado no grupo 2 da Taça Libertadores, atrás de Libertad, do Paraguai, e Sporting Cristal, do Peru, o Palmeiras ainda luta para garantir vaga na segunda fase da competição. A diretoria está tão confiante que já corre atrás de um reforço para o ataque, setor mais desfalcado da equipe comandada por Gilson Kleina. Eder Luis, do Vasco, foi sondado, mas já descartado. E Marcelo Moreno, do Grêmio, teria voltado a despertar o interesse do Palmeiras.

– Estamos atrás de um atacante para a segunda fase. Já observamos alguns nomes, iniciamos contatos, mas não há nada concreto. Chegamos a pensar no Eder Luis (Vasco), mas existe uma pendência entre o clube carioca e o Benfica e não demos sequência, ficou muito difícil – disse o diretor executivo do clube, José Carlos Brunoro.

O Verdão procura um novo homem de frente por dois motivos. Primeiro, porque Leandro, novo xodó da torcida e artilheiro da equipe em 2013, com quatro gols, não está inscrito no torneio, pois disputou a primeira fase pelo Grêmio. Segundo, porque Kleber, contratado para ocupar a vaga de Barcos, que foi para o tricolor gaúcho, ainda não encontrou o bom futebol. Ele atuou como titular em cinco partidas seguidas, mas ainda não marcou. Para piorar, saiu de campo machucado na última partida, contra o Botafogo, pelo Campeonato Paulista.

Apesar de não poder ser inscrito pelo Verdão na Libertadores, por já ter jogado no torneio pelo Grêmio, um nome comentado no mês passado segue na mira dos cartolas alviverdes: Marcelo Moreno, que seria o quinto atleta envolvido na negociação que levou Barcos para o Sul. A negociação não foi concretizada na época porque o pai do jogador se manifestou dizendo que seu filho não atuaria em "time pequeno". Além disso, o Palmeiras se assustou com o salário do atleta, estimado em R$ 500 mil mensais. Com isso, as conversas esfriaram na época. Voltaram a esquentar agora porque Moreno não vem sendo utilizado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o que facilitaria uma negociação.

Brunoro, porém, nega que o atacante gremista esteja na mira

– Não há nenhum fato novo em relação ao Marcelo Moreno. Nossa prioridade é reforçar o time na Libertadores – desconversou o dirigente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário