18 de fev de 2013

TJD

'Chuva' de moedas contra Ganso faz Santos perder mando de campo

 O reencontro de Paulo Henrique Ganso com a torcida santista teve seu último capítulo no fim da tarde desta segunda-feira. Santos e São Paulo se enfrentaram no último dia 3 de fevereiro, pela 5ª rodada do Campeonato Paulista. Foi o primeiro jogo de Ganso contra o time que o revelou. A torcida santista, inconformada com sua saída, atirou moedas no campo. O ato prejudicou o clube, que foi julgado nesta segunda, pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, e acabou perdendo um mando de campo. As informações são do site Justiça Desportiva.

O Peixe foi denunciado com base nos artigos 211 e 213 do CBJD, que previam multa de até R$ 100 mil e a perda de até dez mandos de campo. Assim, além de perder o mando - vai enfrentar o Corinthians, no dia 3 de março, no interior paulista, provavelmente em Araraquara -, o Santos ainda terá de pagar R$ 10 mil em multa. A partida contra o XV de Piracicaba, marcada para o próximo domingo, dia 24, está mantida para a Vila, pois não haveria tempo para uma alteração.

Formado nas categorias de base do Santos, Ganso se transferiu para o São Paulo em setembro do ano passado após entrar em atrito com a direção do Peixe. O fim da histórica parceria com Neymar, que deu ao clube alvinegro três títulos - Campeonato Paulista (2010, 2011 e 2012), uma Copa do Brasil (2010) e uma Taça Libetadores da América (2011) - não foi bem aceito pelos santistas.

Em seu primeiro jogo na Vila Belmiro como rival do Santos, o hoje são-paulino foi recebido com muitos protestos por parte dos torcedores do Peixe. Na entrada do estádio, alguns santistas montaram um boneco de espuma para ser "malhado", como se fosse um Judas, com os dizeres "Gan$o traíra" e um emblema do São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário