23 de fev de 2013

Romário

pede filho entre titulares e dispara contra técnico: 'É burro'
Após ver a estreia de Romarinho pelo Brasiliense, em janeiro, o tetracampeão Romário voltou ao estádio Serejão neste sábado para acompanhar a vitória do Jacaré por 1 a 0 em cima do Ceilandense, pelo Candangão 2013. Ao seu melhor estilo, o Baixinho critou duramente o técnico do time e cobrou mais oportunidades para o filho.

- Como um cara que jogou por vinte e poucos anos, eu acho que o Romarinho teria tranquilamente vaga no time e poderia estar servindo o Brasiliense muito mais do que vem fazendo. Mas eu também já tive treinador assim, burro, que não conhece futebol e não coloca aqueles jogadores que são os melhores. É claro que as pessoas vão falar que estou dizendo isso só porque sou pai, mas, na minha opinião, agora, como torcedor, o treinador é burro e não conhece futebol - disparou o Baixinho.

A partida contra o Ceilandense foi a sexta do Brasiliense desde a chegada de Romarinho, que ainda não ganhou nenhuma oportunidade no time titular. Como no jogo de estreia, que também teve Romário nas tribunas, o atacante foi colocado pelo técnico em campo na volta do intervalo. Em outras duas oportunidades, Romarinho entrou aos 31 e aos 41 minutos do segundo tempo. Em um jogo ficou os 90 minutos no banco e foi cortado de outra partida por conta de uma inflamação na garganta.

- Com o tempo que ele vem jogando, infelizmente, não dá para chegar a uma conclusão (se está bem ou não). Amanhã, acaba o contrato do Romarinho e ninguém vai poder dizer se ele foi bem ou não no Brasiliense, porque o treinador não está dando oportunidade para ele - completou Romário.

O discurso é bem diferente do que o Baixinho fez na apresentação de Romarinho no Brasiliense, em dezembro de 2012. Na ocasião, Romário chegou a cobrar oportunidades para o filho, mas em tom de brincadeira, e elogiando o técnico Márcio Fernandes.

- Respeito a opinião dele, mesmo não concordando. Mas acho que não tem o conhecimento de futebol que eu achava que ele tinha. Não é nem por causa do meu filho, mas como ele escala o time - continuou criticando Romário neste sábado. O tetracampeão ainda disse que não pensa em voltar a ser técnico, mas, tem certeza que faria um trabalho melhor que o de Márcio Fernandes.

Márcio Fernandes foge de polêmica e Romarinho elogia o treinador
Ao saber das declarações de Romário, o técnico Márcio Fernandes preferiu se esquivar.

- Não posso falar nada. Não vou entrar em polêmica. Ele fala o que ele achar que tem que falar, e eu faço meu trabalho, do jeito que eu achar que tenho que fazer - afirmou o técnico.

Com 10 anos de experiência como treinador nas categorias de base do Santos, Márcio Fernandes elogiou Romarinho, de 19 anos, e disse que é preciso ir colocando o atacante aos poucos no time.

- O Romarinho é um jogador que temos que ter calma para ir colocando. 

Hoje eu tinha outros dois como opção, o Washington e o Tiuí. Quando achei que tinhamos condição de colocar o Romarinho, ele entrou... Nós temos atacantes muito bons, como o Romarinho e outros. Eu tenho muita experiência nesse tipo de jovens. Muitos jogadores já passaram pela minha mão e chegaram em alto nível, como Neymar, Paulo Henrique (Ganso), Diego, Robinho. Não foram poucos não - afirmou o treinador.
No centro da polêmica, Romarinho evitou fazer coro às cobranças de Romário por uma chance no time titular e elogiou Márcio Fernandes.

- Meu pai deve ter falado na raiva, porque o time não estava muito bem em campo. Mas ele é meio impulsivo mesmo. O Márcio é um ótimo treinador e o time está só melhorando. Eu estou buscando meu espaço e, se for para ganhar uma oportunidade (de titular), é porque estou merecendo. Sempre que entrar nos jogos, vou dar meu máximo - afirmou Romarinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário