22 de fev de 2013

Punição ao Corinthians

Qual o preço da confusão
A Conmebol, de forma surpreendente, agiu rápido, foi rigorosa (mais surpreendente ainda) e puniu os torcedores do Corinthians. Nenhum alvinegro poderá ir aos jogos de seu clube na Libertadores até que esteja concluída toda a investigação sobre o culpado da morte do garoto Kevin Spada. Caso a medida seja mantida, o prejuízo pode passar de 15 milhões de reais, levando em consideração o arrecadado no ano passado.

Em 2012, até a final, o Corinthians arrecadou R$15.533.588,50 nos jogos do Pacaembu. Duzentos e trinta e uma mil e quarenta pessoas foram aos jogos do clube em todo o torneio. Só na primeira fase foram 86.552 torcedores e R$5.343.827 de renda.

O prejuízo pode ser alto pelo incidente ocorrido em Oruro. Tira força da equipe sem o torcedor do estádio, tira quase metade do valor gasto na contratação de Alexandre Pato dos cofres do clube. Não tira o Corinthians da Libertadores, como a atitude mais radical previa.

Se o determinado é exagerado ou brando, se estão punindo mais de 200 mil pelo caso isolado de um, se tinham outros casos a serem julgados antes é outra história. O fato é que o prejuízo é bem palpável. O clube e seus torcedores ficaram sabendo rapidamente o preço salgado de se envolver na morte de um torcedor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário