17 de fev de 2013

Mark Batchelor

Ex-jogador diz que Pistorius é nervoso e 'controlador com as mulheres'
 Enquanto Oscar Pistorius aguarda pela nova sessão da Justiça que pode lhe conceder o direito de esperar o julgamento em liberdade, nesta terça-feira, no tribunal de Pretória, histórias emergem mostrando um outro lado do astro do esporte paralímpico. O ex-jogador de futebol, Mark Batchelor, revelou detalhes da confusão em que se meteu com Pistorious em novembro de 2012.

Batchelor revelou ao jornal africano, The Saturday Star, que esta não foi a primeira vez que Oscar agiu de maneira violenta. Ele afirma que, durante os Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, o atleta paralímpico teria ficado furioso ao descobrir que sua então namorada, Samanta Taylor, teria se envolvido com o milionário Quinton Van den Bergh, amigo de Batchelor.

- Quinton estava na pista de Kyalami com mais ou menos 50 pessoas. Oscar se aproximou dele e começou a xingá-lo de maneira agressiva, exigindo que ele se afastasse de Samanta. Pistorius afirmou que quebraria suas pernas e depois acabaria com ele. Van den Bergh estava tremendo e assustado – afirmou Batchelor.  

O ex-jogador de futebol se sentiu incomodado com a confusão e tentou convencer amigos que tinha em comum com o atleta paralímpico a fazê-lo esquecer a história. Dias depois recebeu uma ligação de Oscar.

 - Ele me chamou de garoto e disse que queria esclarecer as coisas. Ele disse que tinha ouvido dizer que eu tinha um problema com ele. Eu respondi afirmando que ele não pode sair por aí ameaçando as pessoas. Ele disse que não tinha medo de mim e a ligação caiu. Depois, ele ligou de novo e começou a me xingar – confirmou Mark.

Batchelor afirma que ignorou o assunto, mas ficou chocado ao receber uma ligação de um policial que o intimava para prestar esclarecimentos junto a Pistorius. Uma vez no local, ele foi interrogado sobre a confusão e intimidado pelos policiais que alegavam que Oscar tinha amigos influentes. Ele completou dizendo que Pistorius era uma pessoa nervosa e que durante o esclarecimento o atleta tinha um olho roxo, fruto de uma briga na noite anterior.
- O homem com quem falei ao telefone é diferente daquele que todos conhecem. Ele carrega uma arma consigo todo o tempo e é extremamente controlador com as mulheres – concluiu Mark Batchelor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário