27 de fev de 2013

Futebol espanhol

CR7 faz dois, Real humilha Barça no Camp Nou e vai à final da Copa do Rei

A expectativa antes do clássico era quanto à iminência de Messi quebrar o recorde de Alfredo Di Stéfano e se tornar o maior artilheiro dos duelos entre Barcelona e Real Madrid. A outra estrela do duelo, Cristiano Ronaldo, ficou longe dos holofotes. Entretanto, na hora da verdade, quem brilhou foi o craque português. Com dois gols, CR7 comandou o triunfo merengue por 3 a 1 sobre o rival, em pleno Camp Nou, garantindo a presença de sua equipe na final da Copa do Rei. Varane, outro destaque do jogo ao anular Messi, completou o placar, enquanto Jordi Alba diminuiu.

Em uma partida extremamente tensa, repleta de faltas e discussões, o sempre polêmico Cristiano Ronaldo esteve quieto. Não se envolveu nas confusões protagonizadas por Arbeloa e Jordi Alba. Apareceu pouco, mas sempre de forma decisiva. Voltou a pedir calma para os torcedores catalães e saiu de campo com um histórico respeitável: oito gols nos últimos seis jogos em território inimigo. Alex Ferguson, técnico do Manchester United, que esteve no Camp Nou para acompanhar a partida, deve ter saído do estádio bem mais preocupado para o duelo pela Liga dos Campeões na próxima semana.

Para completar, o triunfo serviu para lavar a alma do Real Madrid. Acostumado a ver o grande rival brilhar nos últimos anos, o time merengue conseguiu a maior vitória sobre o adversário desde 2008, quando venceu os catalães por 4 a 1. As marcas quebradas não param por aí: a equipe da capital não fazia três gols no Camp Nou desde março de 2007, num empate em 3 a 3, enquanto os blaugranas não sofriam três gols em casa desde dezembro de 2008, numa derrota por 3 a 2 para o Shakhtar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário