8 de fev de 2013

Dana White

 impede ex-campeão do UFC de acompanhar lutas do próprio filho

Depois de anunciar que assinou contrato com o Bellator para fazer parte da primeira edição do reality show do evento, o veterano Randy Couture comprou uma briga e tanto.

Acostumado a que todos façam a sua vontade, Dana White demonstrou completa irritação com a notícia e declarou que o membro do Hall da Fama está vetado de qualquer edição futura do UFC, inclusive de fazer parte do corner de Ryan Couture, filho do ex-campeão que acabou de ser contratado pelo evento.

Em conversa com jornalistas durante a semana, Dana explicou tudo abertamente, como de costume, não se importando em parecer desrespeitoso com toda a carreira construída pelo “Capitão América” no octógono.

- Liguei para o Ryan e disse: “‘Ryan, você assinou com o UFC, e eu quero você aqui, se você quiser estar aqui, mas você precisa entender que eu e seu pai não estamos bem. Sei que ele é seu pai, mas ele não vai estar no seu corner e nem pode comprar um ingresso para um evento.

Depois de apresentar a possibilidade para que o jovem lutador cancelasse o contrato para poder trabalhar com o pai no rival Bellator, Dana teria ouvido uma resposta positiva de Ryan, que pareceu entender o ocorrido.

- Ele disse que qualquer criança que usou luvas sonha em lutar no UFC: “Ele é e sempre será o meu pai, mas é aí que eu quero estar, trabalhei a minha vida inteira para isso”. Tive que falar isso para que ele soubesse que não há ressentimentos, quero que ele se sinta confortável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário