13 de fev de 2013

Cristiano Ronaldo

nega fama de vaidoso e descarta defender o City
 Cristiano Ronaldo não gosta de ficar horas se olhando no espelho. Pelo menos é o que jura o próprio camisa 7 do Real Madrid, que descartou ainda a possibilidade de um dia magoar a torcida do Manchester United defendendo o rival Manchester City. Em entrevista ao jornal inglês "The Sun" nesta quarta-feira, o craque português falou sobre como lida com a fama e seus planos para o futuro.

Ídolo dos Diabos Vermelhos, Cristiano Ronaldo reencontrará o ex-clube às 17h45m (de Brasília), no Santiago Bernabéu, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Questionado pelo jornal sobre qual a pior coisa de "ser Cristiano Ronaldo", o português respondeu rápido:

- Ser muito famoso. Ter essa fama não é bom, é muito difícil. Há muita coisa ruim por trás, eu não tenho uma vida normal. Isso não existe para mim. Ir à rua, ir ao shopping, fazer o que eu quiser... É impossível. Em qualquer lugar no mundo as pessoas me reconhecem. A fama traz coisas boas e ruins e você tem que se adaptar para achar o equilíbrio. Agora sei como lidar com isso. É ainda muito difícil, mas está bem.

Sempre preocupado com o estilo, Cristiano Ronaldo negou que seja tão vaidoso como as pessoas pensam. O "The Sun" perguntou se o craque consegue passar por um espelho sem se admirar, e o camisa 7 do Real gargalhou ao responder:

 - Isso não é verdade! É uma piada! Eu não me lembro quem disse isso sobre mim, mas não é verdade. Eu não paro no espelho por 30 minutos. Eu garanto que fico no máximo um minuto, eu juro. Quando você tem um cabelo bom como o meu, é fácil ter estilo!

Ao falar sobre futebol, o português afirmou que não tem como prever se voltará um dia ao Manchester United e que é feliz no Real Madrid. O jornal quis saber então se o atacante aceitaria defender o Manchester City.

- Eu não vou dizer que isso é impossível, porque não existe algo impossível no futebol. Mas eu posso dizer que seria muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito difícil atuar pelo City. Muito difícil por causa do United.

O "The Sun" insiste na pergunta, e Cristiano Ronaldo praticamente descarta defender a camisa azul de Manchester um dia:

- Jogar pelo City e não pelo United? Eu não vou fazer isso. Por quê? Porque meu coração está no Manchester United, é por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário