27 de fev de 2013

Com portões fechados

 Corinthians enfrenta o Millonarios no Pacaembu

Pressão, catimba, adversários desconhecidos... As dificuldades da Taça Libertadores da América são muitas. Porém, nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu, o Corinthians talvez conheça um obstáculo pior que qualquer um destes fatores: a ausência da Fiel. Por decisão da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), o Timão encara o Millonarios, da Colômbia, com portões fechados. As arquibancadas, sempre pintadas de preto e branco, estarão vazias e silenciosas.

A morte do jovem Kevin Douglas Beltrán Estrada, de 14 anos, na estreia contra o San José, em Oruro, não apenas marcou jogadores e comissão técnica pela gravidade do fato, mas pela consequência direta que trouxe: não só nesta, mas também nas outras duas partidas como mandante da primeira fase, o Corinthians não poderá receber seus torcedores. A diretoria tentou o recurso na Conmebol, mas teve seu pedido negado.

O roteiro pelo bi da América começou exatamente como no ano passado, quando o Timão conquistou o título inédito: empate por 1 a 1 fora de casa. Para manter o desempenho e encaminhar a classificação às oitavas de final, o técnico Tite quer sua equipe provando que tem equilíbrio emocional suficiente para encarar as adversidades, embora admita que os jogadores sentirão falta da Fiel.

A “guerra” nos bastidores com a Conmebol não mudou em nada a rotina da equipe. Embora o treinador tenha admitido que a preparação psicológica após o episódio vivido na Bolívia fosse especial, o clima entre os atletas atesta que eles não estão sendo atrapalhados pelo desenrolar do caso. Muito pelo contrário: a disputa acirrada por uma vaga entre os titulares, especialmente no setor ofensivo, continua quente.

Principal reforço para esta temporada, o atacante Alexandre Pato, contratado por R$ 40 milhões, ganhará pela segunda vez uma oportunidade entre os titulares – ele já havia iniciado o jogo no empate sem gols com o Botafogo de Ribeirão e no 2 a 2 com o Bragantino, no último domingo. Em claro crescimento, ele assumiu o lugar de Emerson Sheik – vetado por motivos físicos e também externos, uma vez que se atrasou para dois treinos consecutivos.

Do lado colombiano, a intenção é não se complicar logo no início da fase de grupos. Derrotado pelo Tijuana, do México, em sua casa, na última semana, o Millonarios tenta se aproveitar da falta de pressão vinda das arquibancadas e recuperar o prejuízo no Pacaembu. Velho conhecido dos brasileiros, o atacante Rentería é um dos destaques da equipe.

Nestor Pitana apita a partida, auxiliado por Hernan Maidana e Diego Bonfa. A TV Globo transmite o confronto para SP, PR, SC, MA (menos Balsas), SE, PA (menos Santarém), TO e Região Centro-Oeste. A partir das 21h30.

Nenhum comentário:

Postar um comentário